Follow by Email

quarta-feira, 20 de junho de 2018

Then direct you into my arms... AC

Por cada tela que pinto contigo, por cada poema que me escreves no corpo...
Amor desatinado que faz viver sem doer.
Realidade pura de encanto, que subtilmente foge à quimera.
Por cada jardim que o teu coração oferece ao meu, por cada luta que a tua pele me faz vencer!

Por tudo isto e muito mais... sou grata que o teu olhar se enamore todos os dias pelo meu...











I don't believe in an interventionist God 
But I know, darling, that you do 
But if I did I would kneel down and ask Him 
Not to intervene when it came to you 
Not to touch a hair on your head
To leave you as you are 
And if He felt He had to direct you 
Then direct you into my arms

Sem comentários:

Enviar um comentário